Analise e Desenvolvimento de Sistemas
contadores de visitas
Conectar-se

Esqueci minha senha

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Top dos mais postadores
Fernandes (828)
 
Aninha (479)
 
elenilton (278)
 
@RaphaelNovaes (241)
 
Oráculo (156)
 
Ana Paula Patuta (151)
 
Corsario (143)
 
Helio Andrade (111)
 
edcarllosxs (92)
 
Marcel Cerqueira (90)
 

PAINEL DO USUÁRIO
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Quem está conectado
22 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 22 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 354 em Seg 5 Maio 2014 - 20:37
Últimos assuntos
Setembro 2017
DomSegTerQuaQuiSexSab
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Calendário Calendário


Trabalho Individual

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Trabalho Individual

Mensagem por Rosângela em Sab 12 Out 2013 - 0:02

Entreguei o trabalho no ultimo minuto.affraid 

SUMÁRIO
2 INTRODUÇÃO 3
3 OBJETIVO 4
4 DESENVOLVIMENTO 5
4.1 ESCOLHE E DESCREVE UM MODELO DE SOFTWARE 5
4.2 DESCREVE A EVOLUÇÃO DO MODELO (BREVE HISTORIA) 6
4.3 APRESENTA AS VANTAGENS E DESVANTAGENS IDENTIFICADAS 6
4.4 DÁ UM EXEMPLO DE MODELO 7
4.5 A CONCLUSÃO DA ETAPA DE DEFINIÇÃO DO MODELO DO PROCESSO, INDICA UMA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ATUAL E JUSTIFICA A TUA RESPOSTA. 7
5 CONCLUSÃO 8
REFERÊNCIAS 9

INTRODUÇÃO

Desde o surgimento da engenharia de software, várias maneiras de gerenciar o desenvolvimento de sistemas vem sendo propostas, criando abordagens de desenvolvimento, modelos de processo, métodos, ferramentas automatizadas e gráficas, além de linguagens de programação e métricas, com a finalidade de desenvolver sistemas que garantam qualidade e produtividade. No entanto, os sistemas desenvolvidos continuam excedendo custos e prazos e, muitas vezes, não retratam os requisitos inicialmente definidos pelo usuário

Uma pesquisa extensiva tem sido feita para tornar o desenvolvimento de sistemas em uma atividade mais produtiva, controlada e efetiva. Muitos métodos, modelos de processo abordagens surgiram para tentar solucionar os problemas do desenvolvimento, mas cada um analisa o desenvolvimento de uma maneira. Isto explica por que, por exemplo, um método é tão eficiente no desenvolvimento de um sistema e em outros não.
Mesmo assim é difícil dizer qual o melhor método de processo de software a ser usado.
                             Mas o trabalho exigia a escolha de um método descrevendo-o, contando brevemente sua história, apresentando suas vantagens e desvantagens e exemplificando-o.
Além de escolher uma linguagem de programação justificando a escolha.
A proposta é desenvolver os tópicos mencionados de maneira objetiva e clara propiciando a compreensão dos conceitos de forma precisa.




2 OBJETIVO
Realizar a tarefa proposta.
Colocar em pratica os ensinamentos recebidos.
Descrever um modelo de software e escrever brevemente sua história.
Apresentar suas vantagens e desvantagens.
Exemplificar o modelo escolhido.
Indicar uma linguagem de programação e justificar a resposta.

3 DESENVOLVIMENTO
4.1 ESCOLHE E DESCREVE UM MODELO DE SOFTWARE
O objetivo do modelo espiral é prover um metamodelo que pode acomodar diversos processos específicos. Isto significa que podemos encaixar nele as principais características dos modelos vistos anteriormente, adaptando-os a necessidades específicas de desenvolvedores ou às particularidades do software a ser desenvolvido. Este modelo prevê prototipação, desenvolvimento evolutivo e cíclico, e as principais atividades do modelo cascata.

Sua principal inovação é guiar o processo de desenvolvimento gerado a partir deste metamodelo com base em análise de riscos e planejamento que é realizado durante toda a evolução do desenvolvimento. Riscos são circunstâncias adversas que podem surgir durante o desenvolvimento de software impedindo o processo ou diminuindo a qualidade do produto. São exemplos de riscos: pessoas que abandonam a equipe de desenvolvimento, ferramentas que não podem ser utilizadas, falha em equipamentos usados no desenvolvimento ou que serão utilizados no produto final, etc. A identificação e o gerenciamento de riscos é hoje uma atividade importantíssima no desenvolvimento de software devido à imaturidade da área e à falta de conhecimento, técnicas e ferramentas adequadas.

No estágio 1 devem ser determinados objetivos, soluções alternativas e restrições.  
No estágio 2, devem ser analisados os riscos das decisões do estágio anterior. Durante este estágio podem ser construídos protótipos ou realizar-se simulações do software.  
O estágio 3 consiste nas atividades da fase de desenvolvimento, incluindo design, especificação, codificação e verificação. A principal característica é que a cada especificação que vai surgindo a cada ciclo - especificação de requisitos, do software, da arquitetura, da interface de usuário e dos algoritmos e dados - deve ser feita a verificação apropriadamente.  
O estágio 4 compreende a revisão das etapas anteriores e o planejamento da próxima fase. Neste planejamento, dependendo dos resultados obtidos nos estágios anteriores - decisões, análise de riscos e verificação, pode-se optar por seguir o desenvolvimento num modelo Cascata (linear), Evolutivo ou Transformação. Por exemplo, se já no primeiro ciclo, os requisitos forem completamente especificados e validados pode-se optar por seguir o modelo Cascata. Caso contrário, pode-se optar pela construção de novos protótipos, incrementando-o, avaliando novos riscos e replanejando o processo.

4.2 DESCREVE A EVOLUÇÃO DO MODELO (BREVE HISTORIA)
O modelo em espiral foi definido por Barry Boehm em seu artigo de 1988 A Spiral Model of Software Development and Enhancement. Este modelo não foi o primeiro a discutir o Desenvolvimento iterativo e incremental, mas ele foi o primeiro modelo a explicar o porquê do modo iterativo. Como originalmente antevisto, as iterações têm uma duração típica de 6 meses a dois anos. Cada fase inicia com um objetivo esperado e termina como uma revisão pelo cliente do progresso (que deve ser interna) e assim por diante. Esforços de análise e engenharia são aplicados em cada fase do projeto, com um olho focado no objetivo do projeto.

4.3 APRESENTA AS VANTAGENS E DESVANTAGENS IDENTIFICADAS
Vantagens
 
O modelo em espiral permite que ao longo de cada iteração se obtenham versões do sistema cada vez mais completas, recorrendo à prototipagem para reduzir os riscos.  Este tipo de modelo permite a abordagem do refinamento seguido pelo modelo em cascata, mas que incorpora um enquadramento iterativo que reflete, de uma forma bastante realística, o processo de desenvolvimento.
As iterações inicias do projeto são as mais baratas, permitindo que as tarefas de maior risco sejam levadas com o mínimo de custos.
Cada iteração da espiral pode ser customizada para as necessidades específicas de cada projeto.
Desvantagens

Pode ser difícil convencer grandes clientes (particularmente em situações de contrato) de que a abordagem evolutiva é controlável.   A abordagem deste tipo de modelo exige considerável experiência na avaliação dos riscos e fia-se nessa experiência para o sucesso. Se um grande risco não for descoberto, poderão ocorrer problemas.   Este tipo de modelo é relativamente novo e não tem sido amplamente usado.   É importante ter em conta que podem existir diferenças entre o protótipo e o sistema final. O protótipo pode não cumprir os requisitos de desempenho, pode ser incompleto, e pode refletir somente algumas facetas do sistema a desenvolver.  O modelo em espiral pode levar ao desenvolvimento em paralelo de múltiplas partes do projeto, cada uma sendo abordada de modo diferenciado, por isso é necessário o uso de técnicas específicas para estimar e sincronizar cronogramas, bem como para determinar os indicadores de custo e progresso mais adequados.  
É complexo e requer atenção e conhecimento especiais para o levar a cabo.

4.4 DÁ UM EXEMPLO DE MODELO

O modelo espiral é usado com mais frequência em grandes projetos. Para pequenos projetos, os conceitos de desenvolvimento de software ágil torna-se uma alternativa mais viável. O Exército Americano tem adotado o modelo em espiral para seus programas dos Sistemas de combate do futuro.
4.5 A CONCLUSÃO DA ETAPA DE DEFINIÇÃO DO MODELO DO PROCESSO, INDICA UMA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ATUAL E JUSTIFICA A TUA RESPOSTA.
Na Internet todos podem disseminar informações. Tanto pessoas "importantes", como qualquer cidadão comum, pois todos contam com canais de distribuição para expor suas idéias.

Uma forma de se conseguir isso é criar e publicar páginas (home pages), que podem congregar diferentes tipos de arquivos: textos, imagens, sons e vídeos.

Quando se publica um "site" (uma página ou um conjunto delas) obtém-se uma URL, ou seja, um endereço, que ficará acessável pelo serviço WWW, e que permitirá sua visualização por pessoas no planeta todo.

Toda a comunicação entre os computadores é feita em texto corrido, basicamente usando a linguagem HTML. Essa sigla vem do inglês: Hiper Text Mark-up Language, e pode ser traduzida por Linguagem de Marcação de Hiper Texto.

HTML é uma linguagem de formatação que diz exatamente como o documento foi construído por seu autor. Por exemplo, especifica a posição e tamanho das figuras; o tipo, cor, e tamanho da fonte; a cor do fundo; o tamanho das margens, etc...

O navegador, ao ler o arquivo HTML, tem condições de reproduzir exatamente, no computador local, a página que está em outro computador.

Assim, essa linguagem é utilizada para criar arquivos que podem ser visualizados na World Wide Web, um dos serviços mais populares da Internet e por correio eletrônico, pois o HTML permite a criação de documentos que podem ser lidos em qualquer tipo de computador e transmitidos pela Internet e por mensagens eletrônicas.

Importantíssimo é mencionar que o HTML permite criar ligações entre arquivos. São os links, que possibilitam a navegação virtual, ou seja, ao serem clicados permitem acessar outro arquivo, o qual, evidentemente, pode estar no mesmo computador, ou não e pode ter qualquer natureza: texto, imagem, som, vídeo.

Aqui é importante lembrar que hipertexto denomina documentos que podem conter todo o tipo de informação: textos, fotos, animações, trechos de vídeo, sons e programas, além dos links, as ligações para outros arquivos.

A linguagem é descritiva e foi criada para ser lida em qualquer computador que tenha instalado um programa navegador (em inglês: browser) como Mozilla suíte, Firefox, Netscape, Internet explorer, Opera, Safari, Planet, entre outros).

Uma das principais características do HTML se reflete no fato de se um programa navegador não "entender" um determinado comando, este é ignorado e não é apresentado, não originando mensagem de erro e afetando minimamente o restante do documento.











5 CONCLUSÃO

Apresentam-se neste trabalho alguns conceitos na área de engenharia de software com o objetivo de obter um esclarecimento destes conceitos básicos, para melhor compreender o que será exposto.
A seguir, escolhem-se um dos modelos de processos clássicos descrevendo suas características, vantagens e desvantagens e aplicabilidade além da exposição de breve histórico.
Como também a indicação de uma linguagem de programação e a justificativa da escolha.
A análise feita para a conclusão do trabalho foi bastante minuciosa e delicada pois os modelos apresentavam vantagens e desvantagens muito diversificadas tornando a escolha muito difícil. Mas o resultado após a qualidade da pesquisa foi satisfatório e eficiente.
A escolha da linguagem de programação foi direta devido a facilidade de compreensão e assimilação em relação a linguagem HTML e a eficiência e clareza da transmissão de dados durante as vídeo aulas.



REFERÊNCIAS
SOMMERVILLE, I. Software engineering. 5th. ed. Addison-Wesley, 1995.
PRESSMAN, R. S., Software engineering: A practitioner's approach. 4th. ed. McGraw-Hill, 1997. p. 22-53.
Falbo, Ricardo A., Integração de Conhecimento em um Ambiente de Desenvolvimento de Software. Tese de Doutorado, COPPE/UFRJ, Rio de Janeiro, Brasil, 1998.
Humphrey, Watts S., Managing the Software Process. Addison-Wesley Publishing,Company, Massachussets, 1990.
SCHWARTZ, J. I. ,Construction of software. In: Practical Strategies for Developing Large Systems, Menlo Park: Addison-Wesley, 1st. ed., 1975.
Christian Reis. Caracterização de um Modelo de Processo para Projetos de Software Livre. Teste de mestrado. Instituto de Ciências Matemática e Computação. São Carlos, São Paulo Abril de 2001
Introdução Ao Desenvolvimento de Aulas Web. Vídeo Aulas, Professora Merris Mozer, Analise e Desenvolvimento de Sistemas, UNOPAR, 2° semestre, 2013.

Rosângela
Nivel 0
Nivel 0

Mensagens : 8
Data de inscrição : 07/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

pode?

Mensagem por DenisSP em Seg 14 Out 2013 - 19:18

Pode isso? mesmo com as bibliografia deu p/ ver facilmente que todo trabalho foi ctrl+c ctrl+v puro da internet. Eu pesquisei e escrevi todo o meu sem copiar uma linha, desse jeito ai da p/ fazer em 20 min. Depois posta a nota que tirou, por que se a nota for boa quer dizer que eles mal leem e vou copiar e colar descaradamente também. Shocked 

DenisSP
Nivel 1
Nivel 1

Mensagens : 27
Data de inscrição : 14/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Trabalho Individual

Mensagem por Acadêmico Unopar em Ter 15 Out 2013 - 7:43

DenisSP escreveu:Pode isso? mesmo com as bibliografia deu p/ ver facilmente que todo trabalho foi ctrl+c ctrl+v puro da internet. Eu pesquisei e escrevi todo o meu sem copiar uma linha, desse jeito ai da p/ fazer em 20 min. Depois posta a nota que tirou, por que se a nota for boa quer dizer que eles mal leem e vou copiar e colar descaradamente também. Shocked 
Para acabar com a sua dúvida, no semestre passado ocorreu um problema com a minha nota no Portfólio Individual que acabou gerando um certo desconforto entre eu, o Tutor Eletrônico e o Coordenador da Curso de ADS da Unopar. Misteriosamente, no último dia previsto para divulgação do resultado da nota, foi divulgado o conceito do meu Portfólio Individual - "Bom".

Entrei em contato com o Tutor Eletrônico e ele teve a cara de pau de informar que o meu trabalho estava fora do padrão ABNT. Retruquei dizendo que tinha feito o trabalho utilizando o template disponibilizado pela própria Unopar, que todas as atividades haviam sido respondidas com base em pesquisa bibliográfica e que as mesmas estavam indexadas (por exemplo, De acordo com Navathe (2008, pg.13) banco de dados...) e exigi do tutor do eletrônico que me informasse o porquê de um conceito tão ruim. Ele me respondeu dizendo que não tinha como rever o conceito uma vez que a nota já tinha sido divulgada e não havia como alterá-la no sistema.

Perguntei se poderia enviar o trabalho novamente, durante o período de recuperação, com o objetivo de aumentar o conceito da mesma. Ele me informou que não valeria a pena uma vez que o conceito máximo que iria receber no período de recuperação seria "suficiente", ou seja, menor que o recebido anteriormente, "bom".

Passado um mês, enviei o Portfólio em grupo, utilizando o mesmo template e o mesmo formato, e misteriosamente obtive o conceito excelente!

Não pude me conter, envolvi na discussão o coordenador do curso e o tutor eletrônico e exigi dos mesmos explicações sobre o porquê do Portfólio Individual ter sido avaliado como "Bom" e o Portfólio em Grupo ter sido avaliado como "Excelente".  ELES NÃO CONSEGUIRAM justificar, sabe por quê? Simples, porque contra fatos não existem argumentos.

Na minha opinião, se muito, eles folheam os trabalhos... leitura passa longe.

NÃO SE MATE tentando fazer um trabalho excepcional porque eles não se darão ao trabalho de lê-lo. Guarde suas energias para o relatório de estágio e para o TCC final.

avatar
Acadêmico Unopar
Nivel 2
Nivel 2

Mensagens : 39
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 30
Localização : Brasil, América do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho Individual

Mensagem por Rosângela em Dom 20 Out 2013 - 7:14

Caro Denis Aprendi que no trabalho de pesquisa tiramos o essencial da leitura e só expomos nossa opinião pessoal na introdução e na conclusão. Se estou errada que meus tutores me orientem para que eu faça certo da próxima vez. E além disso acho que este fórum não pode ser usado de forma desrespeitosa. Pois chamar alguém de "cara de pau" e tratar de forma agressiva é desrespeito. É uma grosseria. Da próxima vez que criticares alguém faz com educação e justifica a tua opinião expondo a maneira certa. Isto é uma critica construtiva. Não basta só criticar ou apontar os defeitos tem que mostrar o caminho MAS COM EDUCAÇÃO E RESPEITO.

Rosângela
Nivel 0
Nivel 0

Mensagens : 8
Data de inscrição : 07/06/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Trabalho Individual

Mensagem por Oráculo em Seg 21 Out 2013 - 6:00

Rosângela escreveu:Aprendi que no trabalho de pesquisa tiramos o essencial da leitura e só expomos nossa opinião pessoal na introdução e na conclusão. Se estou errada que meus tutores me orientem para que eu faça certo da próxima vez. E além disso acho que este fórum não pode ser usado de forma desrespeitosa. Pois chamar alguém de "cara de pau" e tratar de forma agressiva é desrespeito. É uma grosseria. Da próxima vez que criticares alguém faz com educação e justifica a tua opinião expondo a maneira certa. Isto é uma critica construtiva. Não basta só criticar ou apontar os defeitos tem que mostrar o caminho MAS COM EDUCAÇÃO E RESPEITO.
Rosangela,

Primeiramente, perdoe-me por me intrometer na sua mensagem, mas acredito que algumas informações que irei te repassar podem ser muito úteis.

Com relação a opinião pessoal de quem escreve o trabalho, realmente, devemos expressá-la apenas na introdução e na conclusão.

Com relação as demais seções do trabalho, não basta apenas fazer a pesquisa bibliográfica e incluí-la no trabalho, é OBRIGATÓRIO fazer esta inclusão através de citações e de acordo com a ABNT, ou seja, apresentando a fonte. Nas Web Aulas de Metodologia você encontrará em detalhes, e com exemplos, as formas corretas de se fazer isto.

Um exemplo de citação, seria por exemplo, "De acordo com Presmann (1997, p. 23), Engenharia de software é definida como...".

Repare que neste exemplo, foi informada a citação do autor, o nome do mesmo e a página onde foi retirada a citação.

NÃO PODEMOS passar para o leitor do nosso trabalho a responsabilidade de localizar na referência a citação, nós devemos fazer isto. Ou seja, da forma como você desenvolveu seu trabalho, não tem como o leitor identificar imediatamente quais as citações você utilizou e, principalmente, quem as fez e a fonte onde as mesmas estão localizadas. Ou seja, palavras comuns utilizadas em citação, como por exemplo, "segundo Sommerville...)", "De acordo com Presmann" não existem no seu trabalho.

Não sei a formação dos seus tutores (de sala e eletrônico), no meu caso, eu já tenho um curso superior presencial e uma pós-graduação também presencial... além disso, tive a oportunidade de fazer uma segunda pós-graduação á distância. Em todas as três situações fui obrigado a entregar diversos trabalhos acadêmicos (dentro das normas da ABNT) para obtenção dos títulos de bacharel e especialista respectivamente.

POSSO AFIRMAR com certeza que não só o seu trabalho mas muitos dos trabalhos disponibilizados neste fórum estão inadequados se levarmos em consideração as normas da ABNT e, portanto, seriam objeto de correção.
avatar
Oráculo
Nivel 4
Nivel 4

Mensagens : 156
Data de inscrição : 05/08/2013
Idade : 49
Localização : Minas Gerais, Brasil

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho Individual

Mensagem por DenisSP em Seg 21 Out 2013 - 18:30

Rosângela escreveu:Caro Denis Aprendi que no trabalho de pesquisa tiramos o essencial da leitura e só expomos nossa opinião pessoal na introdução e na conclusão. Se estou errada que meus tutores me orientem para que eu faça certo da próxima vez. E além disso acho que este fórum não pode ser usado de forma desrespeitosa. Pois chamar alguém de "cara de pau" e tratar de forma agressiva é desrespeito. É uma grosseria. Da próxima vez que criticares alguém faz com educação e justifica a tua opinião expondo a maneira certa. Isto é uma critica construtiva. Não basta só criticar ou apontar os defeitos tem que mostrar o caminho MAS COM EDUCAÇÃO E RESPEITO.
Olá Rosângela peço que não coloque palavras "na minha boca". em nenhum momento eu chamei alguém de cara de pau ou falei de forma desrespeitosa. Se falei por favor grifar a parte. Também não fiz uma critica a ti, e sim ao modo de avaliação da Unopar. Pois já estive em outras universidades e jamais era tolerado copiar e colar da internet, ainda mais sem qualquer edição no texto. Como o Oráculo falou, podem ser feitas citações de algumas partes (com as devidas referências) para enfatizar o teu texto.

Não sei que tipo de orientação tu recebeu da Unopar. Provavelmente nenhuma assim como eu, pois a última disciplina do segundo semestre que é metodologia cientifica e fala sobre isso, deveria ser a primeira a ser ensinada. De qualquer forma, em todo sistema de ensino isso é considerado zero na hora, fora a reputação, principalmente se for pesquisador. Também é uma falta de EDUCAÇÃO e RESPEITO, com o professor que propôs a atividade, copiar dos sites, não colocar nenhum deles como referência, e colocar vários livros do assunto como se tivesse lido.
Segue a dica então, esse tipo de "estratégia" funciona bem no colégio, mas em uma universidade, ainda mais em um curso voltado a informática, isso não da certo. Se der, a universidade está pecando tanto na avaliação como no ensino. Procura se informar direitinho com tutor, coordenador, ou o que precisar, e leia as normas ABNT, essas 4 web aulas de metologia dão uma base muito boa p/ elaboração de um trabalho.

DenisSP
Nivel 1
Nivel 1

Mensagens : 27
Data de inscrição : 14/10/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Trabalho Individual

Mensagem por Acadêmico Unopar em Seg 21 Out 2013 - 19:17

Rosângela,

Há alguns anos eu ouvi de um professor uma máxima (regra) que nunca mais esqueci: "texto, sem contexto, é pretexto, para má interpretação".

Estas poucas palavras expressam uma regra de ouro, que é a necessidade da pessoa se interar sobre um assunto antes de opinar a respeito. Em resumo, não podemos sair lendo pedaços de texto, quase que aleatoriamente e depois expressarmos nossa opinião a respeito. Sabe por que? Simples, porque vamos "meter nossos pés pelas mãos" e poderemos correr o risco de nos expressarmos mal justamente porque não entendemos a abrangência do assunto tratado.

Você pegou uma expressão usada por mim que foi "cara de pau" e atribui ao Denis que não tinha nada a ver com a história.

Minha cara, eu não tenho sangue de barata e... repito... o tutor eletrônico foi muito "cara de pau" sim. Se alguém faltou com o respeito, seguramente foi ele, uma vez que atribuiu a dois trabalhos idênticos, com relação ao formato e apresentação, notas totalmente distintas. OU SEJA, em um trabalho a apresentação foi considerada "boa" e no outro "excelente".

Tenho dentro de mim uma suspeita que da mesma forma que você deixou para enviar o trabalho no último momento (que coisa feia, não), ele também deixou para corrigir. E em função disto, nem sequer se deu ao trabalho de examinar o mesmo.

Finalmente, o seu trabalho está péssimo... fora do padrão e completamente em desacordo com a ABNT e independente da nota que você receba da Unopar por ele, saiba que teria que refazé-lo em qualquer faculdade decente.
avatar
Acadêmico Unopar
Nivel 2
Nivel 2

Mensagens : 39
Data de inscrição : 06/08/2013
Idade : 30
Localização : Brasil, América do Sul

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trabalho Individual

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum